CRÔNICA: Quanto de sexo cabe em um Iphone? (texto colaborativo)

Lembro-me uma vez na quarta série, quando eu e uma amiga decidimos que iríamos comprar uma G Maganize. A revista gay era uma libertação para nós, meninas, que queríamos ver o que os meninos já olhavam fazia tempo na Playboy e nos velhos sábados à meia noite com Emanuelle. Juntamos nossas moedinhas e fomos cheias de vergonha pedir pra dona da banca.
Rodeamos a banca uns cinco minutos. A mulher fumava um cigarro. Não lembro se fui eu ou minha amiga que pediu. “G Maganize? Tenho sim”.
Pagamos com nosso troco do lanche e fomos lá pro banheiro da escola olhar o material proibido. “É torto!”, recordo apenas desse comentário. Muitas risadas depois, largamos a revista em algum lixo. Eram tempos de descobertas. Afinal, o que você não acha que deve saber com dez  anos de idade? E o que sabíamos sobre sexo cabia em um livro sobre o corpo humano e em uma revista.
Dos livros e revistas, pulamos para e-mail e websites. Era 2003 e esperava o ônibus para o treino de futsal. Decidir subir ao laboratório de informática. Enquanto surfava na internet, vi dois meninos buscando imagens no computador. Digitavam coisas como “xoxota” e lá ficavam em busca do pote de ouro. Até que algum deles lembrou que a informática da escola era vigiada. Tinha login, alguém podia saber. Imagina o diretor  ligando pra sua mãe e pedindo reunião? A consequência seria uma conversa em casa: você não tem idade pra isso.
Ainda não tínhamos celular com internet.
“Mulher burra e iphone são as melhores inveções do século XXI”. Chegamos a 2013 e foi isso que ouvi um dia. Na era em que voltamos a digitar com dois dedos, eu não sei da onde eles ou elas surgem. Simplesmente explodem vários gigabytes e chegam até seu grupo de what’s app. São peitos, bundas, pintos, quadrinhos maliciosos. E a hora? Até parece que você precisa esperar até meia noite, até chegar na escola ou até uma mulher querer fazer lucro com o momento de descoberta que você vive. Agora, recebemos um alerta. O visualizar é o novo “para maiores de 18 anos”.
Ao mesmo tempo, o Instagram nasceu do virginal auto-retrato e pulou para a profusão de pornografia. O resultado? Baniu hashtags relacionadas ao sexo de sua busca. O Fotolog da vez agradou a Apple, já que pra eles essas hashtags “nada acrescenta”, a nós, indivíduos do mundo dos filtros.
E esse ano promete, o Brasil assistiu abalado de saudosismo o possível fechamento da revista impressa da Playboy. Informação desmentida.
Pra mim, continua com potencial de verdade. Enquanto a Photoshop e as caras e bocas de ex-BBBs acontecem nos estúdios da Playboy; os espelhos, o nudismo e as capinhas coloridas correm bem mais rápido que o gatilho da máquina fotográfica.
https://mail-attachment.googleusercontent.com/attachment/?ui=2&ik=306b13a53b&view=att&th=140f4effaf14574a&attid=0.1&disp=inline&safe=1&zw&saduie=AG9B_P-DUlSfD9yV-29Wp68ZVMux&sadet=1378501240090&sads=av3cU0rXFEMwTvVfztNPp2FpGmw
https://benditaversao.files.wordpress.com/2013/08/assinaturas-gabi.jpg
Anúncios

2 Respostas para “CRÔNICA: Quanto de sexo cabe em um Iphone? (texto colaborativo)

  1. era a do velho vamp, aposto

  2. Pingback: Bloggando | Gabriela Prado

O que você pensa sobre isso?

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

agenda

setembro 2013
D S T Q Q S S
« ago   out »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  

Blogs que seguimos

Cia Fios de Sombra

Teatro de Animação

Dully Pepper24H

Arte pelo Amor, Arte pelo Mundo, Arte pela Paz!

CorpoInConsciência

consciência corporal corpo inconsciência integração equilíbrio resistência alongamento respiração alimentação consciência

Educação Política

mídia, economia e cultura - por Glauco Cortez

%d blogueiros gostam disto: